180graus

Segundo dados do Caged - 22/06/2017 às 10h06

Piauí é considerado o 1º do Nordeste na geração de empregos formais

comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

O Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) divulgou os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e, de acordo com os dados, o Piauí fechou o mês de maio com saldo positivo (0,29), ficando como o primeiro estado do Nordeste com a maior geração de empregos formais no Brasil, com 6.681 novas contratações formais.

Na região Nordeste, apenas o Piauí (0,29), Bahia (0,18) e Maranhão (0,17) fecharam o mês de maio com saldo positivo na geração de empregos formais. Vale ressaltar que, desde o ano passado, o Piauí vem se mantendo entre os primeiro estados e um dos poucos do país com saldo positivo no índice medido pelo Caged.

Gessivaldo Isaias, secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo destaca a importância de uma política pública de qualificação profissional e estímulo ao empreendedorismo e a economia solidária para o estado conseguir gerando empregos.

"Temos procurado implementar com ajuda do Governo do Estado políticas públicas de geração de emprego e renda, para tanto temos investido em todas as áreas, principalmente na qualificação profissional e no incentivo ao empreendedorismo e a economia solidária, estimulando que esses dois últimos setores saiam da informalidade, para, assim, gerarem empregos formais. Paralelo a isso, temos cobrado da nossa equipe do Sine-PI que visite empresas em busca de vagas de trabalho para disponibilizarmos aos trabalhadores que são qualificados por meio dos programas da Setre. A soma de tudo isso tem se transformado em números positivos para o estado," explicou o gestor.

Os resultados mostram que, mesmo em meio à crise econômica que tem assolado vários setores da economia, o estado tem se destacado mês após mês na criação de novos postos de trabalho. De acordo com o Caged, setores como agropecuária (3,00), Extrativa Mineral (2,71), Serviços (0,53), Indústria de Transformação (0,27) e Construção Civil (0,17) apresentaram avanços, o que ajudou nos números positivos do estado. Numa comparação entre admissões e demissões, o Piauí teve um saldo positivo de 113 vagas.

Das 27 unidades da federação, 13 tiveram saldo positivo de empregos em maio, ou seja, criaram mais do que fecharam vagas com carteira assinada de acordo no ranking geral do Caged. Desde o ano passado, o Piauí vem se destacando na criação de vagas. No mês de janeiro, o estado também tinha sido o primeiro do Nordeste, mantendo-se entre os três primeiros na posição em abril e agora novamente em primeiro com a criação de 6.681 vagas de empregos no mercado formal.

Fonte: Portal do Governo do Estado do Piauí

Dados da Caged - 20/06/2017 às 16h38

Brasil criou 34.253 novas vagas de emprego em maio

Em maio, o mercado brasileiro abriu 34.253 novos postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira (20/06) pelo Ministério do Trabalho. É o segundo mês consecutivo, e a terceira vez no ano, em que o país registra mais vagas abertas do que fechadas. Em abril, o país já havia criado 59.856 mil vagas de emprego formal.

No acumulado do ano, o Caged contabiliza 48.543 postos de trabalho a mais, após dois anos de saldo negativo para o período. De janeiro a maio de 2016, o Caged havia registrado fechamento de 448.011 vagas e, no mesmo período de 2015, 243.948 vagas foram suprimidas.

“Podemos constatar que a economia volta a dar sinais de recuperação, e um dos sintomas fundamentais para comprovação da recuperação econômica é a geração de emprego”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, ao comentar o resultado.

Os setores que contribuíram com a criação de vagas formais em maio foram agropecuária (46.049 novos postos), serviços (1.989 vagas), indústria da transformação (1.433 vagas) e administração pública (955 novos postos de trabalho).

Os setores que fecharam vagas formais foram comércio (-11.254 postos), construção civil (-4.021), indústria extrativa mineral (-510 postos de trabalho). “Mesmo aqueles setores que apresentaram saldo negativo, se você faz a comparação com 2016 e 2015, os números [indicando queda] são bem menores”,declarou Ronaldo Nogueira.

Regiões

A região que mais criou vagas formais em maio foi o Sudeste, com 38.691 postos. Nessa parte do país, destacaram-se Minas Gerais, com saldo positivo de 22.931 postos, e São Paulo, que criou 17.226 novas vagas.

Em segundo lugar, com maior crescimento de vagas entre as regiões, ficou o Centro-Oeste, com 6.809 novos postos formais, seguido do Nordeste, com 372 novas vagas.

Nas regiões Sul e Norte houve retração das vagas de trabalho, com fechamento respectivo de 10.595 e 1.024 postos.

Fonte: Agência Brasil

Confira aqui o passo a passo - 17/06/2017 às 09h01

Sine oferece mais de 26 mil vagas de emprego; saiba mais sobre o sistema

Mais de 26 mil vagas de emprego estão abertas em todo o País no Sistema Nacional de Emprego (Sine). Em 2017, já foram ofertadas 67 mil oportunidades de trabalho pelo sistema. Desse total, 13 mil foram preenchidos por intermédio do Ministério do Trabalho.

A atividade campeã em oferta de emprego no Sine é alimentador de linha de produção: neste ano, foram cadastradas 3.556 vagas para essa função. Outra atividade com grande número de oportunidades é a de operador de telemarketing receptivo. Nesta área foram 1.248 vagas abertas. Em terceiro no ranking de maior empregabilidade está a de vendedor de comércio varejista, com 973 postos.

"O Sine é o maior sistema de intermediação de mão de obra do Brasil. Promove o encontro entre trabalhador e empregador de forma gratuita. Pessoas a partir dos 14 anos podem se cadastrar no sistema, independente da escolaridade. Temos uma rede forte para atendimento presencial e pelo site Emprega Brasil para mais comodidade dos nossos usuários", explica o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Segundo a técnica da Coordenação do Sine Maria Fátima Lopes Valente, há uma variação grande na oferta de vagas. “Esses números variam muito, diariamente, conforme as vagas são ocupadas e abertas. Hoje, por exemplo, o registro mostra 26.315 oportunidades disponíveis", destaca.

Passo a Passo
As duas formas do trabalhador e do empregador terem acesso ao maior banco de dados de emprego gratuito do País são nos postos de atendimentos do Sine ou via internet pelo site Emprega Brasil.

Para acessar o Sine na internet, entre no Portal Emprega Brasil e clique em "Cadastrar". Informe seus dados pessoais: CPF, Nome, Data de Nascimento, Nome da Mãe, Estado de Nascimento; Se for nascido no exterior, selecione “Não sou brasileiro”.

Essas informações são validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Caso estejam corretas, o trabalhador é direcionado para responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico laboral.

É preciso acertar pelo menos quatro das cinco perguntas. Após isso, o trabalhador recebe uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso. Caso tenha dificuldade em responder as perguntas, é necessário aguardar 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato com a central 135 para auxílio.

Com esse código de acesso, é possível acessar o Portal Emprega Brasil. Diante de qualquer dificuldade no site, a orientação é procurar um posto do Sine mais próximo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

Conquistar uma vaga - 15/06/2017 às 13h39

'Start Day' traz orientações voltadas para o mercado de trabalho

Foto: Jana Pessôa/Setas-MT

Foto: Jana Pessôa/Setas-MT

Antonio das Neves - Peritos Associados
Foto: Jana Pessôa/Setas-MT

Foto: Jana Pessôa/Setas-MT

comserv

Nos últimos tempos, conquistar uma vaga no mercado de trabalho cada vez mais competitivo não tem sido tarefa fácil. Mais do que dominar a área ao qual se propõe trabalhar, é preciso demonstrar capacidade e desenvolvimento pessoal que atenda as demandas cada vez maiores do mercado. E foi pensando nisso que a Faculdade Estácio planejou o Start Day. O evento, que acontece neste sábado, a partir das 8 horas, promete um dia de imersão com coaches de alta performance.

Organizado pela Coordenação dos Cursos de Administração e Gestão de RH da Estácio, o Start Day trará os mais renomados coaches, dando orientações aos participantes. Segundo a professora Yolete Dourado, da coordenação do evento, serão várias atividades voltadas a promover o desenvolvimento pessoal e profissional dos presentes.

“O Start Day é um dia de imersão com Coaches Integrais Sistêmicos da Febracis Teresina, cujo objetivo é proporcionar palestras e vivências voltadas para o autodesenvolvimento de profissionais que estão fora do mercado, bem como aqueles que estão empregados, mas que precisam transformar suas atitudes e, que precisam empoderar suas competências para um mercado de trabalho competitivo”, explicou, lembrando que a proposta surgiu para atender os objetivos organizacionais de empresas que buscam o desenvolvimento de gestores e líderes.

Os interessados em participar, devem acessar o link https://docs.google.com/forms/d/1yEMQpdfHcmZ4AQU8UFpwqJqcBDU3oEbPTe3ZklH-JFg/edit, preencher o formulário e levar dois quilos de alimentos não perecíveis no dia do evento, que acontecerá na própria Estácio. Nomes como Tamyres Aragão, Rodrigo Manga, Cleverson Moreira, Raissa Guanieir, Karina Matos e Frank Silveira já são presenças confirmadas no evento.

Confira a programação completa:

09:00 às 09:30 - Abertura
09:30 às 10:30 - Tamyres Aragão - Autoresponsabilidade: a chave de todas as mudanças
10:30 às 11:30 - Rodrigo Manga - Como construir metas e objetivos para ter uma vida extraordinária
11:30 às 12:30 - Cleverson Moreira - O poder do mindset reprogramando a sua mente
13:00 às 14:00 - Raissa Guanieir - Inteligencia Emocional
14:00 às 15:00 - Karina Matos - Por que ação vale mais do que Inteligência?
15:00 às 17:00 - Frank Silveira - Alta Performance Pessoal e Profissional (Diretor da Febracis de Ribeirão Preto)

Fonte: Com informações da assessoria

Acessos às oportunidades - 08/06/2017 às 07h53

Aplicativo Sine Fácil encaminha mais de 2,3 mil a vagas de emprego

Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

Para facilitar o acesso a vagas de emprego, o Ministério do Trabalho lançou há duas semanas o aplicativo Sine Fácil, que reúne as ofertas de vagas em todo o País. Na última segunda-feira (05/06), a ferramenta registrou cem mil downloads. Ao todo, 2.368 pessoas foram encaminhadas a empresas por meio da plataforma.

“O Sine Fácil amplia o acesso dos trabalhadores às oportunidades cadastradas e direciona o candidato para as vagas conforme o seu perfil”, explicou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Oitocentos e catorze trabalhadores manifestaram sua opinião sobre o Sine Fácil, a maioria delas, positiva. “É um resultado muito bom, que mostra que o aplicativo está funcionando e que quem está usando a ferramenta são as pessoas que já utilizavam o serviço do Sine”, avalia o coordenador geral do Sistema Nacional de Emprego, Marcos Sussumo.

O Sine Fácil pode ser instalado em celulares e tablets (no sistema Android), e permite que as pessoas acessem vagas de emprego, busquem informações sobre abono salarial, acompanhem os pagamentos de parcelas do seguro-desemprego e visualizem os vínculos empregatícios.

Para utilizar o aplicativo pela primeira vez, o trabalhador precisa de um código de acesso (QR Code), que é fornecido em qualquer unidade do Sine, nas agências próprias do Ministério do Trabalho ou então pelo site Emprega Brasil – caso o trabalhador tenha sido atendido no Sine em algum momento e já tenha cadastro na rede.

Vagas diárias

Com o acesso liberado, o trabalhador pode consultar as cerca de 50 mil vagas diárias, de todo o País, que o Sine disponibiliza no aplicativo. A inserção das vagas pode ser acompanhada em tempo real. Com o uso do aplicativo pelos trabalhadores, a expectativa do ministério é que as filas dos postos do Sine devem ser reduzidas, desafogando o atendimento.

Fonte: Portal Brasil

Carregando, por favor aguarde...
CFO - MA - Vem pro Podium!
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
PM-MA - Vem pro Podium!
Últimas Notícias
12h39 Prefeito visita obra de asfaltamento da estrada do Vidéu 12h14 Carro vai parar debaixo de caminhão baú e condutor morre 12h07 Dia Estadual do Orgulho LGBT será comemorado na quarta-feira (28) 12h01 Dupla executa homem com vários tiros de pistola no Piauí 11h43 Vice Prefeito de Parnaíba se filia ao PSC e quer ser Deputado Estadual 11h22 Governador decreta emergência no Porto das Barcas 11h20 Mães de alunos do Cidade Olímpica Educacional participam de oficinas de Artesanato 10h58 Preso por tentativa de roubo é levado para delegacia semi nú 10h51 Família carente pede ajuda para garoto com paralisia 10h43 Seleção de Judô é convocada para o Campeonato Pan-Americano da Base 10h31 ProUni: Resultado da lista de espera será divulgado nesta segunda (26/6) 10h29 Arraia da Escola Aliança do Gurguéia 10h20 Mega-Sena acumula e pode pagar até R$ 6 milhões no próximo sorteio 10h20 Dois são presos pela polícia com motos tomadas de assalto m PHB 10h17 Proposta que reduz idade mínima para governador está na pauta do plenário 10h13 Cerveja pode ser mais eficaz que paracetamol no alívio da dor 10h12 Senado deve votar regime simplificado de prestação de contas nos municípios 10h10 Convocação da lista de espera do Sisu terá início nesta segunda-feira (26/06) 10h09 Cientistas apostam em vírus para combater superbactérias 10h05 Amamentação reduz risco de doenças cardíacas em até 18% 10h00 Atletismo: Piauiense vence prova de 800 m e é campeão brasileiro Sub 18 09h56 Campeonato Brasileiro: última rodada define os classificados neste domingo 09h55 Homem é detido pela polícia por porte ilegal de arma de fogo no interior do PI 09h48 Programa de estágio na Caixa abre as inscrições para nível médio e técnico 09h36 Colisão entre moto e caminhão pipa deixa uma pessoa morta na PI-143